Chefe do executivo apodiense faz abertura do ano legislativo 2016 na câmara de vereadores

Pela primeira vez em oito anos, a abertura do ano legislativo na câmara do Apodi teve a ausência do seu presidente, preso preventivamente, como é sabido de todos, desde a última terça (26), a pedido do MP, na operação Apóstolo.

Acordo com o MP, baseado em interceptações telefônicas realizadas com autorização judicial mostraram uma intensa articulação do presidente da Câmara do Apodi no intuito de intimidar testemunhas e assim interferir no conteúdo dos seus depoimentos, além de ter destruído documentos que interessavam às investigações, que culminou em sua prisão. Os advogados de João Evangelista, segundo informações extra oficiais entraram ontem (27), com um pedido de HC em favor de Evangelista ainda para juíza Ana Carissa decidir se nega ou não.

Na ausência do presidente Evangelista, a sessão foi presidida pelo vereador Jr. Carlos, que é o vice-presidente. O prefeito Flaviano proferiu a sua última mensagem anual desses quatro anos de mandato. Na oportunidade, o chefe do executivo apodiense, aproveitou para fazer uma prestação de contas do seu mandato no ano de 2015.

Comentários