Pular para o conteúdo principal

Se Dilma é rejeitada Geraldo Alckmin não fica atrás em São Paulo

Foto: Reprodução
O PSDB é um dos partidos que quer cabeça da presidenta Dilma Rousseff. É um dos mais árduos e fervorosos partidos na lula pelo fim do governo petista.

Mas em São Paulo, terra que o PSDB governa, pais, alunos e professores protestaram contra o governador Geraldo Alckmin durante a visita dele a Campo Limpo Paulista (SP) na manhã desta terça-feira (27). Com faixas e cartazes, os manifestantes vaiaram Alckmin, que foi à cidade para inauguração de um viaduto na rodovia Edgar Máximo Zambotto.

O grupo protestou contra a reforma escolar na rede estadual, anunciada em setembro. Na segunda-feira (26) a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo anunciou que a reorganização do ensino escolar vai afetar diretamente 94 escolas, que serão "disponibilizadas", mas que continuarão sendo usadas na área da educação. Desse total, 66 já têm o novo uso definido e poderão abrigar unidades de ensino técnico ou ainda virar creches e escolas municipais, por exemplo. As outras 28 ainda têm destino incerto.

Geraldo Alckmin está irredutível quanto a essa ideia, disse que não votará atrás e que as mudanças trará qualidade ao ensino. Isso na opinião dele. Pois não é rapaz. Já ouvi dizer onde o PSDB governa a coisa é pegada. Muitas coisas são empurrada goela abaixo do povo. E sem água. 

Comentários

  1. É realmente é estranho quando voce ler ou ouve dizer que vao fechar escolas, porém temos que esperar pra depois criticar, sabemos da situaçao da educaçao neste pais, espero que realmente seja pra melhorar a educaçao.Morei muitos anos em sao paulo e sei de quanto é dificil estudar principalmente na periferia onde falta professores por falta de condiçoes violencia na escola onde minha filha estudava era um caos, portanto se for pra melhorar tudo é válido, sei que nada público é bom neste pais hoje moro em minas gerais e segundo o ministério da educaçao aqui em minas gerais e´onde a educaçao público é menos ruim imagino em outros estados é uma pena morar em um pais onde o governo chama de pátria educadora ver a situaçao da educaçao no pais, quanto aos governantes do psdb perto dos politicos do pt estao a bilhoes de anos luz de distancia é só comparar.meu nome é aluisio huenes de oliveira moro em carbonita mg sou de Apodi sitio santa rosa

    ResponderExcluir
  2. Não foi uma manifestação espontânea de professores, foi um ato organizado pela Apeoesp-PT. O pretexto do sindicato teleguiado por Lula é desviar as atenções das investigações Lavajato e Zelotes, que fecharam o cerco ao ex-presidente e seus familiares. A reorganização da educação em SP pretende aproveitar as classes ociosas da rede pública para criar 754 escolas de ciclo único no Estado. A medida permitirá ao Estado dar outro salto de qualidade na educação. Melhor para os alunos e professores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns e obrigado por falar a verdade, sabemos que os sindicatos a maioria sao administrados por pelegos pago com dinheiro público eles induzem as pessoas a prostestar mesmo sem saber do que estao reclamando.Quem quer enxergar a ditadura que vivemos neste pais em que se vc nao apoiar corruptos já é considerado preconceituoso ou homofóbico um absurdo torço pra que esta mudança na educaçao de sao paulo realmente melhore a qualidade da educaçao em sao paulo.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

APODI: DNIT quer demolir residência e desapropriar moradores que se encontram as margens da BR 405 no Distrito de Melancias

D. Mariana Carvalho, que mora no Distrito de Melancias, zona rural do Apodi, Oeste do RN, está aflita. Está prestes a perder sua residência e ser desapropriada.
O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura do Trânsito) está querendo demolir sua residência juntamente com a residência do Pr. Gilberto de uma congregação do Distrito.

D. Mariana nos conta que há 01 ano recebeu uma visita do DNIT, notificando sua residência e a residência do Pr. Gilberto. O DNIT alega que sua casa e a do pastor na na área territorial do DNIT.
Ora, qual é esse critério do DNIT para decidir a esse respeito? Dezenas de centenas de casas em Melancias encontram-se as margens da BR 405. Muitas distantes, 05, 07, 10 metros da BR. Em Apodi mesmo, inúmeros estabelecimentos comerciais e casar estão praticamente dentro da BR 405.
Segundo nos relatou D. Mariana, sua residência encontra-se distante 28 metros da BR 405 que corta o Distrito de Melancias. Bem mais distante que diversas outras casas e estabelecimentos comerc…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…