Paulinho da força sindical (SD), disse que está com Eduardo cunha e não abre nem para um trem

Foto: Reprodução.
Estou com ele para o que der e vier”, isso foi o que declarou o presidente nacional do Solidariedade Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da força sindical (SD/SP) se referindo a Eduardo Cunha.

Enquanto os principais líderes de partidos de partidos de oposição do Brasil buscam se afastar do Peemedebista, Paulinho da força rema em direção oposta. “Estou com ele para o que der e vier, as contas deles descobertas na suíça não mudam em nada minha posição pessoal em relação ao presidente da câmara federal”, disse. “Nosso negócio é derrubar Dilma. Nada nos tira desse rumo”, disparou Paulinho da força sindical em reportagem a folha de São Paulo.

Nunca é demasiado lembrar que o Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou no último dia 08 de Setembro uma denúncia e abriu uma ação penal sobre o deputado Paulo Pereira da Silva. O Ministério Público Federal acusa o deputado de ter cometido suposto crime contra o sistema financeiro, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Conforme a denúncia, Paulinho seria beneficiário de desvios em financiamentos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a uma loja e da Prefeitura de Praia Grande (SP).

A defesa de Paulinho alega que ele não tem envolvimento no suposto esquema e que foi vítima de "tráfico de influência" por membros da suposta quadrilha. Estes usariam o nome do deputado, segundo seu advogado, para justificar o valor dos serviços de consultoria cobrados pela empresa.

Comentários