IGARN irá fechar as comportas d’água da Lagoa do Apodi

Nessa semana que passou, aconteceu uma reunião extraordinária do comitê da bacia hidrográfica do Rio Apodi Mossoró, na cidade de Felipe Guerra, onde a pauta foi o conflito de água da bacia, barramentos e outorgas de água.

As cidades envolvidas foram Apodi, Felipe Guerra e Governador. A reunião foi difícil e tensa, porque o IGARN (Instituto de Gestão das águas do RN), órgão principal de controle da bacia Apodi/Mossoró, acredita ser os barramentos e mal uso da água do leito do rio que esta ocasionando a falta de água em Felipe Guerra e Governador.

Após um extenso debate, foi encaminhado pelo comitê que as 5 comportas da Lagoa do Apodi sejam fechadas de forma experimental e controlada, a fim de medir o fluxo de água do rio e da Lagoa. Dessa forma, o fino filete de água que entra na lagoa do Apodi deixará de acontecer. 

Também está previsto uma fiscalização no leito do rio, para averiguar o uso de bombas e barramentos sem licenças. Por sinal, a fiscalização já iniciou. Agora a cidade do Apodi aguarda as ordens do IGARN para fechar as comportas de sua lagoa.

Comentários

  1. Só vai da pro pobre do agricultor, era só o que faltava não mandar no que é meu, venha pra vê.

    ResponderExcluir

Postar um comentário