Pular para o conteúdo principal

Universitários não valorizaram o projeto trans-formação

De 2009 a 2012, período de gestão de Gorete Pinto, os universitários apodienses passaram o tempo todo resmungando pela fato de não existir gratuidade no transporte universitário.

Veio o governo de Flaviano e o projeto foi criado e transformado em lei. De Janeiro a dezembro de 2013 universitários passaram a ter transporte universitário gratuito. Quando se pensava que o problema deles estaria resolvido enganou-se. Passaram todo ano criticando o projeto no face book. O trans-formação acabou sendo transformado por boa parte dos universitários e seus familiares em uma espécie de reality politiqueiro nas redes sociais e na mídia nos últimos dias.

Em virtude das trapalhadas em o executivo e a câmara do município do Apodi, não houve orçamento para o funcionamento do projeto no mês de janeiro de 2014. O mundo desabou. E eu que cheguei a pensar que os universitários apodienses queriam voltar aos velhos tempos, ou seja, desembolsar seus recursos e voltar a financiar o transporte universitário por conta própria em virtude de tantas críticas em 2013. A verdade que vejo nisso tudo é que os universitários apodienses não valorizaram o transformação.

O projeto transformação não atendeu as expectativas. Se formos analisar as expectativas pelo lado político, falhou. O executivo não conseguiu atender essa finalidade. Se formos ver pela expectativa dos universitários, também falhou. Por que tendo ou não, eles vão continuar criticando, como estão agora no mês de janeiro que não funcionou. O chororô foi grande. Fui informado que na próxima semana o transformação vai voltar a funcionar. Aposto um doce como as críticas vão ser mais veementes. 

E se finalmente formos analisar pelo lado financeiro dos universitários, esse programa também falhou, pois não sei o que eles querem. Será que eles querem voltar a pagar? Será que eles querem que o poder público municipal volte a financiar o projeto transformação? Em reunião recente com os universitários para discutir o programa, de um total de 600 universitários, apenas 40 estiveram presentes, provando que não dão valor ao programa. O que é que os universitários apodienses querem da vida? Já sei. Apenas criticar. Ah na minha época! Como perdi dinheiro pagando ônibus quatro anos. Até hoje me pergunto se tive retorno.

Nisso tudo, eu acho que quem acertou em cheio foi a antiga gestora, Gorete Silveira, que não se preocupou em criar lei para dá gratuidade a transporte universitário, os universitários continuaram  tirando dinheiro do bolso sem reclamar, com ônibus e tudo caindo aos pedaços e, durante toda sua gestão, nem a câmara nem ela tiveram qualquer tipo de aborrecimento com esse assunto. Agora vejo que ela acertou.

Comentários

  1. o mesmo voces dizia com goreti

    ResponderExcluir
  2. Tomara que Flaviano acabe com esse transformação. 500 mil por ano, dava para fazer uma obra e essa obra não iria criticar

    ResponderExcluir
  3. Tô doido pela próxima eleição para votar no PMDB de novo em em alguém de Pinheiro para esse erros que esse prefeito fez acabar, universitário não merece nada.

    ResponderExcluir
  4. Pode—se fazer tudo aqui nessa cidade sinda há quem reclame. Todo mundo sabia que flaviano não seria o "salvador da pátria", não resolveria todos os problemas da,cidade, mas na minha opinião ele já tem realizado muitas coisas. A administração enfrenta algumas dificuldades, porém creio que conseguirá contorna—las. No mais, a maioria das críticas que observo nas redes sociais são de pessoas que não tem nada a acrescentar, vejo poucoas críticas construtivas! Infelismente nossa cidade ainda tem desssas coisas, pessoas partidárias, de mente pequena! Mais é isso ai gestor, confoo na sua administração!

    ResponderExcluir
  5. Ei toinho você dizer que quem acertou foi a ex prefeita!? Ouu por favor, quem ganhou foi nois estudantes!!! PARABENS PREFEITO!!! EU E TODA A MINHA FAMILIA AINDA ACREDITAMOS!!!

    ResponderExcluir
  6. toinho nunca foi universitarios raiva q tem de nos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

APODI: DNIT quer demolir residência e desapropriar moradores que se encontram as margens da BR 405 no Distrito de Melancias

D. Mariana Carvalho, que mora no Distrito de Melancias, zona rural do Apodi, Oeste do RN, está aflita. Está prestes a perder sua residência e ser desapropriada.
O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura do Trânsito) está querendo demolir sua residência juntamente com a residência do Pr. Gilberto de uma congregação do Distrito.

D. Mariana nos conta que há 01 ano recebeu uma visita do DNIT, notificando sua residência e a residência do Pr. Gilberto. O DNIT alega que sua casa e a do pastor na na área territorial do DNIT.
Ora, qual é esse critério do DNIT para decidir a esse respeito? Dezenas de centenas de casas em Melancias encontram-se as margens da BR 405. Muitas distantes, 05, 07, 10 metros da BR. Em Apodi mesmo, inúmeros estabelecimentos comerciais e casar estão praticamente dentro da BR 405.
Segundo nos relatou D. Mariana, sua residência encontra-se distante 28 metros da BR 405 que corta o Distrito de Melancias. Bem mais distante que diversas outras casas e estabelecimentos comerc…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio