Pular para o conteúdo principal

O zelo pelo patrimônio público compete ao povo e sobre tudo aos administradores


O zelo pelo patrimônio da cidade é dever do povo, mas em especial do poder público (país, federação e município). Quanto ao povo, infelizmente em sua maioria, ele não foi educado com a cultura de zelar o patrimônio que é seu. Por está na rua, o povo acha que é do governo.

O foto é que, quando se adquire um bem público de maior valor, não convém ao poder público ficar esperando que a própria natureza zele o patrimônio do povo, isso é obrigação dos administradores.

É para isso que o contribuinte paga os salários da guarda municipal, que está lá para velar por esse zelo em especial no horário noturno. Segundo a constituição, os Municípios poderão constituir guardas municipais destinadas à proteção de seus bens, serviços e instalações, conforme dispuser a lei.

Praças, monumentos históricos, culturais, academias populares estão entre estes patrimônios. Agora, uma coisa diferente, é quando a administração pública, que dispõe de funcionários pagos pelo contribuinte, falha no quesito administração, não colocando cada funcionário em seu devido lugar. 

Além disso, não adianta é ficar por ai chorando pelo leite derramado se fazendo de vítima, se exaurindo da culpa e insinuando a existência de culpados, onde o maior culpado é a própria administração pública, enquanto o que é do povo está sendo destruído por pessoas mal intencionadas.

Comentários

  1. concordo,as praças de mossoró são bem consercadas,sabem porque,voce ver zeladores e vigias,dia e noite,noite e dias trabalhando nas mesmas,ora como algo vai durar se não for bem cuidado,o povo tem que respeitar,porem muitas vezes o respeito vem do medo a punição,isso alem de campanhas educativas,aqui em apodi existe o que disse.sei não mais a prefeitura deveria fazer antes algo de jogarem seus reporteres a culpar a sociedade,a prefeitura tem que fazer algo,se aqui em mossoró de faz porque ai em apodi não.

    ResponderExcluir
  2. quer um exemplo,porque o canteiro do posto de gonzaga melo não é destruido?LÁ TEM ZELADOR E VIGIA,tai uma receita sra. prefeita,olhe votei na senhora,porem essa é a verdade,der uns conselhos a sua assessoria de imprensa,o povo não é BURRO.

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito do seu trabalho tonho. vc é o unico blogueiro da cidade que vejo questionar os desaforors dos administradres, os outros é tudo acuado

    ResponderExcluir
  4. Não devemos esquecer professor Toinho que o povo usando pode danificar. Imagine quantas pessoas usam essa academia todos os dias?

    O problema é que a prefeitura aproveitou essa verba federal dessa academia, botou ela ai e abandonou, não vejo ninguém ai dando instrução ou cuidando nem fazendo manutenção.

    Esses aparelhos tem que ser feito manutenção. Essa assessoria de imprensa joga a coisas pros blogs e todos saem reproduzindo uma noticia que talvez nem exista, ou seja, alguém ter quebrado. eu hem?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

APODI: DNIT quer demolir residência e desapropriar moradores que se encontram as margens da BR 405 no Distrito de Melancias

D. Mariana Carvalho, que mora no Distrito de Melancias, zona rural do Apodi, Oeste do RN, está aflita. Está prestes a perder sua residência e ser desapropriada.
O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura do Trânsito) está querendo demolir sua residência juntamente com a residência do Pr. Gilberto de uma congregação do Distrito.

D. Mariana nos conta que há 01 ano recebeu uma visita do DNIT, notificando sua residência e a residência do Pr. Gilberto. O DNIT alega que sua casa e a do pastor na na área territorial do DNIT.
Ora, qual é esse critério do DNIT para decidir a esse respeito? Dezenas de centenas de casas em Melancias encontram-se as margens da BR 405. Muitas distantes, 05, 07, 10 metros da BR. Em Apodi mesmo, inúmeros estabelecimentos comerciais e casar estão praticamente dentro da BR 405.
Segundo nos relatou D. Mariana, sua residência encontra-se distante 28 metros da BR 405 que corta o Distrito de Melancias. Bem mais distante que diversas outras casas e estabelecimentos comerc…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…