terça-feira, 2 de setembro de 2014

O fisiologismo, o câncer da política partidária que corrói tudo

Vivemos hoje uma completa descaracterização partidária. Um dos resultados desse fato que tem se desenhado, especialmente ao longo do tempo no cenário político brasileiro, é o enfraquecimento do processo político e, como consequência, o crescente aumento do fisiologismo. Fisiologismo partidário, é esse o tema de hoje.

O fisiologismo político que a cada dia avança mais entre os partidos que compõe a política brasileira, é um grande câncer em nosso meio que o eleitor precisa buscar combater extinguindo do cenário político os partidos e políticos fisiologistas.

Fisiologismo político é um tipo de relação de poder político em que ações políticas e decisões são tomadas em troca de favores, favorecimentos e outros benefícios a interesses individuais, em detrimento do bem comum.

O político fisiologista representa um tumor maligno que corrói o dinheiro público. O fisiologismo é o grande incremento da corrupção, do estilhaço da vida partidária. Além disso tem levado ao afastamento da sociedade da vida política e a diminuição de seu poder e do interesse de fiscalização.

Talvez os partidos e os políticos fisiologistas representem o principal fator responsável pela falta de avanço nas instituições, pela maquiação de muitos projetos sociais, pelo motivo de obras que que ficaram paradas, pelos problemas no sistema de saúde, pela educação sucateada e pela falta de segurança. Pois, em tudo isso, é necessário investimentos e o fisiologismo partidário leva grande fatia do bolo.

A corrupção desencadeada pelos políticos fisiologistas corresponde, possivelmente ao principal problema que leva a tanta corrupção nesse país, impedindo que os recursos sejam devidamente aplicados como devem.

Políticos fisiologistas não medem esforço para menir, seja em debates, nos palanques, nos meios de comunicação dizendo que a prioridade será saúde, segurança e educação. Mentira. Pois a forma como certos políticos amarraram seus palanques para a disputa de 2014, vai ter no fisiologismo a mola mestra. É ele quem vai ditar as regras do governo. Assim que esses governos começarem a andar, poderão enterrar de vez muitos estados.

Há sempre uma esperança que o eleitor reflita, veja, reveja, pense e repense certas situações, por muitos estados espelhados por essa imensa nação. Ficologistas ou não podem ser eleitos com a sua benção ou não. Tudo depende de você. Sua omissão ou não é responsável pelo futuro do seu estado, do nosso país. 

Secretario Charton rego rebate visita feita pelos vereadores

Clique nas imagens para ampliar
Está manhã, 02, os vereadores de oposição Filho Neto e Ângelo Suassuna estiveram no abatedouro público fazendo fotos denúncias de possível crime contra o meio ambiente devido adutora que o secretário Charton Rego tem feito para tratar os dejetos do abatedouro.

Pelo facebook o secretário de agricultura rebateu a informações dos dois edis em uma série de repostas que você pode conferir pelas fotos abaixo (Clique para ampliar).
O secretario nessa resposta acima(Clique para ampliar e leia resposta na íntegra), questiona aos dois edis por eles terem tirado as fotos mostrando a metade. Ele se referiu ao motivo dos dejetos estarem momentaneamente correndo a céu aberto, isso por que a adutora que está sendo construída para melhor tratar os desejos ainda não foi concluída. 

Apresentando provas aos edis, o secretario Charton mostra fotos da adutora em andamento para tratar os dejetos, mostra ainda por meio de fotos e fatos que está sendo vítima de perseguição devido pessoas que antes tinha privilegio no abatedouro e hoje não as tem mais. Segundo resposta de Charton Rego, antes pessoas não credenciadas faziam abates clandestinos nas dependências do abatedouro. Ele afirma na resposta que seu trabalho sendo desvirtualizando em virtude dessas mudanças que está fazendo no abatedouro. 
Entre varias provas, Charton mostra fotos de pocilgas construídas irregularmente nas dependências do abatedouro e que usava toda estrutura paga com o dinheiro do contribuinte e as novas medidas que implantou desde que assumiu, vem desengradando a essas poucas pessoas que antes eram beneficiadas e hoje não tem mais acesso a esses benefícios.
O vereador filho afirmou em resposta que a denuncia partiu dos funcionários insatisfeitos, o que foi prontamente refutada pelo secretário, afirmando que os funcionário agora estão trabalhando em melhores condições devido a investimentos em equipamentos que tem sido feitos sistematicamente. 
Charton combateu o vereador Ângelo quando este afirmou que a fossa está sendo feito em local inapropriado e quando o vereador afirma que o carro limpa fossa não está atuando na limpeza dos dejetos. Entre as respostas de Charton, ele afirma que o carro Limpa fossa tem feito sim seu trabalho afirmando ainda aos vereadores que estranha só agora o interesse extremo deles por um problema que dura mais de 20 ano. Aformar ainda que os dejetos que momentaneamente correm ao ambiente não prejudica o lençol freático um vez que, a veia d'água que abastece a cidade não passa pela localidade onde o abatedouro se localiza. 
O secretario ainda fala de certas pessoas que antes nõ pagavam impostos e hoje pagam, tinham água e energia de graça paga com os impostos do contribuinte e agora não tem, tinham livre acesso as dependências do abatedouro para abate clandestino sem pagar imposto e agora não tem mais. Enfim, ele afirma que essas pessoas estão querendo prejudicar sua imagem e seu trabalho (Clique nas imagens e veja as respostas de Charton na íntegra. 

Um Apodi de vícios
Sem querer tomar partido mais ao mesmo tempo tomando, esse abatedouro público, é um dos piores problemas dessa cidade. Um lugar repleto de vícios terríveis que vem de longas datas. 

Outro dia, Charton me chamou lá e mostrou em detalhes como era antes e o que já se tinha feito em termos de melhorias. Mostrou inclusive o projeto dessa adutora para tratar os dejetos. E os edis, como ele falou na resposta, realmente mostraram a coisa pela metade. Os dejetos que, momentaneamente fluem ao ar livre, quando a adutora for concluída, sanará a situação e ficará bem melhor que antes. Já fiz até matéria a respeito(Clique AQUI e confira). E ele inclusive me mostrou a perseguição da qual tem sido vítima por lutar para consertar erros de anos afio.

Apesar de não ter recursos próprios para trabalhar, esse rapaz tem feito melhorias sim nesse abatedouro. Pena que vícios são difíceis de serem tirados. Vejo muita coragem nesse rapaz. Mexer com os problemas que por ai ocorrem é o mesmo que bulir num grande vespeiro e ele está tendo essa coragem. E como tem levado picadas. 

Nelter cobra providências para o ITEP

Foto: João Gilberto
O deputado Nelter Queiroz (PMDB) cobrou do governo estadual providências para o ITEP de Caicó. Segundo o parlamentar, a quantidade de peritos foi reduzida de seis para dois servidores.

Com isso, cerca de 25 municípios da região ficam prejudicados. “A situação é grave e o ITEP fica sem condições de atender a população”, disse Nelter. Problema semelhante também ocorre nos municípios de Luís Gomes e São Miguel, que não contam com unidade do ITEP, mas a população é usuária da unidade de Mossoró.

Em aparte, o deputado Raimundo Fernandes (PROS) disse que os corpos ficam no chão esperando ser removidos para Mossoró, onde tem o serviço mais próximo, e a família muitas vezes espera mais de doze horas pelo resultado da perícia. “O maior absurdo é em Luís Gomes onde a família fica esperando horas e horas o retorno do corpo para fazer o enterro”, afirmou Raimundo.

Estrada
Outra cobrança feita pelo deputado Nelter Queiroz ao governo foi relativa à BR 118. O deputado afirmou que solicitou que ali fosse realizada uma operação tapa-buraco porque o trecho está muito danificado.
Assembleia Legislativa do RN

Henrique Alves e Ideli Salvatti discutem criação de prêmio de direitos humanos

Fotos: J Batista
O presidente da Câmara dos deputados, Henrique Eduardo Alves, recebeu em seu gabinete, em Brasília, nesta terça-feira (2) a ministra dos direitos Humanos, Ideli Salvatti.  Eles discutiram a votação do Projeto de Resolução da Câmara (PRC) 234/13, que cria o Prêmio Evandro Lins e Silva de Direitos Humanos. Henrique Alves disse que o pedido de urgência para votação da matéria ainda depende de entendimento entre os líderes partidários.

A ministra estava acompanhada de integrantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e do deputado Renato Simões, autor da projeto, entre outros defensores da proposta. O PRC, que institui o prêmio para pessoas e instituições comprometidas com a defesa dos Direitos Humanos, será concedido anualmente pela Câmara dos Deputados.

O presidente da Câmara reconhece o prêmio como uma justa homenagem à biografia de Evandro Lins e Silva, importante jurista e operador do direito brasileiro, reconhecido na área dos Direitos Humanos pela defesa de presos e perseguidos políticos durante o regime militar.

O documento entregue ao presidente da Câmara relembra a importância do jurista Evandro Lins e Silva. “O prêmio será de suma importância para a valorização e reconhecimento dos Direitos Humanos e daqueles que lutam pela nobre causa”, ressaltou Cláudio Ribeiro, secretário da OAB.
Assessoria de Imprensa
Presidência da Câmara dos Deputados

AULA MAGNA: Leonardo Boff defende visibilidade do saber popular em visita a UFRN

Fotos: Anastácia Vaz: Durante aula magna, Leonardo Boff discutiu ecologia 
e o papel das universidades no cuidado com a Terra.
Por Sirleide Pereira

Quando o estudante Gabriel Medeiros, no início da manhã da quarta-feira, 27, dirigiu-se ao professor Leonardo Boff, a mudança no semblante do teólogo foi visível. O representante do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) falava sobre o engajamento sociopolítico dos alunos em programas de extensão na Instituição. A conversa havia mudado de rumo. O espaço amplo no gabinete da Reitoria tornou-se mais familiar ao escritor de 75 anos, afinal, ele ouvia do rapaz um relato a respeito do compromisso de jovens com a luta pela construção de uma sociedade mais equilibrada, consciente e generosa.

O bate-papo – que incluía pesquisadores e dirigentes da Universidade – antecedia a aula magna do segundo semestre de 2014 da UFRN, evento para o qual o professor havia sido convidado. Na verdade, o gelo daquela conversa matinal fora quebrado por Boff, quando perguntou aos interlocutores a opiniões deles sobre a academia. Após ouvir as respostas, falou sobre a concepção do antropólogo Darcy Ribeiro de funcionalidade da universidade associada à sociedade. “Uma universidade como uma cátedra que recebe pessoas de todas as partes, de todos os níveis, que proporciona intercâmbio, pois as pessoas não falam palavras, expressam problemas”, explicou.

Paulo Freire, pensador da educação, também foi citado por Boff no decorrer do encontro, cujo tema circulou, basicamente, entre a valorização do saber popular. “Todos os segmentos portadores de saberes deveriam ter espaço na universidade, como se fossem janelas para dar visibilidade aos saberes”, defendeu o professor antes de começar sua palestra.

Recebido pela reitora Ângela Paiva Cruz, Leonardo Boff 
conversou sobre a valorização do saber popular com
pesquisadores e gestores universitários antes da aula magna.
Aula magna
O entusiasmo do escritor mediante o relato do jovem estudante sobre ações dos alunos junto a populações menos assistidas lhe foi retribuído em pouco tempo. Ao descer a escadaria da Reitoria para entrar no auditório, o convidado foi recebido com palmas. Ganhou, demoradamente, uma clara demonstração de respeito à sua luta pela diversidade da vida e pela preservação das espécies vivas. “Ou nós mudamos ou nós vamos ao encontro do pior. O Brasil é fundamental para esse salto”, declarou, minutos depois, a quem o assistia.

Ao falar durante duas horas, para uma audiência de cerca de mil pessoas – composta por espectadores distribuídos em cinco auditórios na capital e em polos de educação a distância em municípios do interior do estado via webconferência – sobre ecologia e o papel das universidades, Boff fez a comunidade acadêmica de dentro e de fora da instituição refletir sobre algo que ameaça, silenciosamente, a permanência do homem no planeta terra: “o desequilíbrio da terra é chamado pela nova ecologia de ‘caos’. O contrário é o equilíbrio dinâmico, ou seja, o ideal para a terra – unidade divina – é o homem”.

O silêncio respeitoso entre os ouvintes, com exceção dos poucos momentos em que o professor provocou risos da plateia, transparecia que todos estavam tocados pelas ideias do teólogo para salvar o planeta – não do desaparecimento, da ameaça aos seres vivos, mas de uma regressão àquilo que foi antes da vida como a conhecemos. “A terra não precisa de nós. Ela existe antes e permanecerá depois de nós. O homem é que precisa da terra”, analisou ao falar, rapidamente, sobre o jogo da “miséria política” no Brasil.

O professor foi saudado pela reitora da UFRN, ngela Maria Paiva Cruz, como alguém compromissado em defender o humano, “por ser um mestre que identifica o divino que mora em cada ser”. A aula magna de Leonardo Boff deixou sinais sobre a força que a universidade tem para barrar o processo de destruição humana no planeta: ensinar, além de saberes universais e ensinamentos das técnicas e das tecnologias, que o homem precisa edificar pilares para a sua permanência sobre a Terra fincados em “sua magnitude eticopolítica, ou seja, uns cuidando dos outros e todos cuidando da Terra”.

Estudante Gabriel Medeiros, representante do DCE, 
falou ao convidado sobre engajamento sociopolítico 
dos alunos da Universidade
Agência de Comunicação da UFRN

Militância 55 não para de crescer em Mossoró

Virar o jogo. Esta é a palavra de ordem da militância 55 em Mossoró. Cada dia mais forte, o grupo do prefeito Francisco José Júnior (PSD) está a todo vapor construindo a grande virada da campanha estadual. Convictos de que é da segunda maior cidade do Rio Grande do Norte que sairá a vitória de Robinson 55 e Fátima 131, a questão agora é de honra para os líderes da resistência.

Nesta segunda-feira, 1, a reunião de lideranças se transformou em mais um grande evento motivacional no rumo da vitória. O ex-deputado Francisco José destacou a necessidade da luta conjunta, do voto com responsabilidade que começa com Dilma Rousseff 13. “Precisamos reforçar a campanha da presidenta Dilma, porque ela é a nossa candidata e é quem está fazendo mais pelo Brasil”, disse.

O prefeito Francisco José Júnior agradeceu o esforço de todos nesta caminhada, mas reforçou que este é ainda o meio do caminho. “A nossa campanha cresce em ritmo acelerado e é por isso que precisamos trabalhar mais; que vamos para a rua ocupar os cinco cantos de Mossoró, porque nós vamos mudar o rumo dessa campanha e escrever uma nova história no Rio Grande do Norte”, destacou o prefeito que pediu voto para Dilma 13, Robinson 55, Fátima 131, Fábio 5555 e Galeno 55.555.

Entre as lideranças presentes no encontro desta segunda-feira à noite, estiveram o candidato a deputado federal Betinho Rosado 1111, os vereadores Manoel Bezerra, Ricardo de Dodoca, Heró e Alex do Frango, além de diversas representações de bairro e entidades.
Assessoria de comunicação

Tomba anuncia construção de 500 casas que vão ser feitas por santacruzensses

Por Flávio Marinho

A novidade foi exposta durante comício realizado no centro de Santa Cruz, e que contou com a participação de milhares de pessoas 

O deputado estadual Tomba Farias realizou na noite desta segunda-feira mais uma grande concentração popular na cidade de Santa Cruz, onde uma multidão lotou as adjacências da rua Frei Miguelinho para ouvir o parlamentar municipalista, a prefeita Fernanda Costa, diversos vereadores, suplentes de vereadores e ex-prefeitos de cidades vizinhas.

Ao falar para milhares de pessoas que se concentravam no centro de Santa Cruz, Tomba destacou a importância do desenvolvimento social e da parceria com a iniciativa privada. Ele anunciou que uma empresa de construção civil irá iniciar ainda este ano a construção de 500 casas em Santa Cruz.

As novas moradias, que serão edificadas por mão de obra santacruzensse, envolvem, cada uma, recursos da ordem de R$ 70 mil, oriundos de capital privado. “Essa iniciativa, além de moradia de ótima qualidade, irá gerar emprego na cidade. Eu não quero voto para mim. Eu quero voto para fazer vocês felizes, para fazer a nossa cidade melhor, para trazer a faculdade de medicina para que o filho do pobre possa ser médico”, afirmou.
Assessoria de comunicação

Araken Farias usa transporte público para ouvir população

Para saber o que a população precisa, é preciso estar com ela, ouvi-la”. Este é o pensamento que o candidato ao governo do estado Araken Farias (PSL) tem defendido desde o início da campanha. Por isso, o candidato acompanhou a população em viagens de ônibus e trem, em municípios da grande Natal, para ouvir diretamente dela quais são as principais necessidades acerca da mobilidade urbana.

As maiores demandas vieram dos usuários dos ônibus, que reclamam da constante lotação e da demora até a chegada dos veículos. Já nos trens foram levantadas questões como a pouca disponibilidade de linhas e trajetos, além da idade avançada das locomotivas. Para Araken, são problemas que podem ser resolvidos através da criação de uma empresa pública de transportes e a recuperação da malha ferroviária no estado.

Muitos questionam o aumento dos preços sem a melhora efetiva na qualidade do serviço. Se as empresas privadas não estão conseguindo atender o povo da maneira que ele precisa, precisamos mudar de estratégia”, defende. “Somente uma empresa pública pode acabar de uma vez por todas com a possibilidade do abuso tarifário”, explica.

O aumento da frota também é apontado como medida para solucionar o tempo de espera. “Mossoró é a segunda cidade mais populosa do estado, a quantidade de habitantes equivale a Campina Grande, mas lá existem 300 ônibus e em Mossoró apenas 30”, enfatiza Araken. Sua proposta é aumentar a quantidade de veículos para pelo menos 50.

Trajetória
Para o candidato Araken Farias, embarcar em viagens através do transporte público é uma rotina que integrou boa parte de sua vida. “Nunca tive nada nas mãos, trabalhei desde muito jovem, por isso andava muito de ônibus e principalmente de trem”, lembra. Os trens, aliás, são considerados por ele como o transporte do futuro.

Precisamos recuperar e ampliar as linhas ferroviárias no estado. Os trens não causam congestionamento, são mais baratos e seguros. O que falta é investimento”, conclui.
Assessoria de comunicação

NOSSOS SERTÕES: Galo-da-campina (Paroaria dominicana)

Foto: Projeto sertões do Apodi
É uma espécie que mede aproximadamente 17 cm de comprimento.

Possui cabeça anterior e garganta vermelhas, abdome branco, costas acinzentadas.

É uma linda ave, antes podíamos vê-los aos bandos nas caatingas em quase todo o Nordeste brasileiro, hoje, com a destruição da caatingas, nem tanto. Alimenta-se de sementes, bagas, insetos e outros bichinhos.

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

UNIVAP/Apodi vice campeão estadual sub 17

Na taça de futebol sub 17, a UNIVAP/Apodi sagrou-se vice campeã estadual, perdendo a final para João câmara por 3 X 0. Antes havia ganho a semifinal por 1 X 0 de São Gonçalo.

Cerca de 40 cidades participaram da competição e fomos vice, que grande feito. Digno do reconhecimento de todos nós apodienses. Parabéns garotada, parabéns a direção, valeu equipe técnica. Que orgulho. 

O TRABALHO CONTINUA:
Sábado disputa das quartas de finas adulto em Felipe Guerra. Novembro, intercambio em Natal com as equipes do ABC e América, categorias sub 15 e sub 17. Que lindo trabalho a diretoria do UNIVAP faz com as categorias de base no futebol do nosso município. Cada apodiense deve abraçar essa causa. 

Lotação no hospital da mulher leva gestante de Grossos ter filho na maternidade do Apodi

Sábado foram realizados 6 partos na maternidade Claudina Pinto, em Apodi, sendo 5 cesáreos e 1 parto normal. Dentre estes uma gestante do Município de Grossos que recebe alta hospitalar na manhã de hoje. O motivo do parto aqui foi a superlotação no hospital da mulher. 

Agendas dos candidatos ao governo do estado para amanhã, 02

Agenda do candidato Henrique Alves para segunda-feira, 02 de setembro:
Cumpre agenda institucional como presidente da Câmara dos Deputados, em Brasília.

Agenda do Candidato ao Governo do RN Araken Farias (PSL):

Terça-Feira, 02 de setembro de 2014
07h35 – Entrevista na Rádio 94 FM para o programa Jornal da Cidade. 
09h – Entrevista para o site Via Certa Natal. 
14h – Gravação de programa eleitoral.
Assessoria dos candidatos

DICAS DE TRÂNSITO: Cruzamentos – Se conduzam na mão certa

 Clique nas imagens para ampliar
Se existe algo que ainda vai me fazer sofrer um acidente aqui em Apodi são os chamados cruzamentos de ruas. Muitas pessoas simplesmente parecem que desconhecem que para passar de uma rua para a outra, em um cruzamento, por exemplo, a pessoa tem que continuar se conduzindo em sua mão, ou seja, sempre pela DIREITA. Muitos entram na contra-mão e esbarram em cima da gente. 

Veja a foto e nos esquemas: Se você vai entrar da Rua Palma para Rua João, do sentido Leste para oeste,  você tem que permanecer na sua mão, ou seja, continua se conduzindo sempre pela direita meu filho (a). Não entre pelo lado esquerdo da Rua.

Leia ainda: 

Se você vai entrar de uma rua para a outra use sempre a mão certa, à direita. Não entre de uma rua para a outra pelo lado esquerdo que você atrapalha o trânsito e pode provocar um acidente. Nunca esquecendo de observar também de quem é a preferencial, lógico.

Programa Corte de Terra atende 73 comunidades das quatro regiões do município

No município de Apodi, o programa Corte de Terra, nas modalidades Convencional e Terra Pronta, atende73 comunidades das quatro regiões e já beneficiou os agricultores apodienses com mais de 2 mil horas de corte de terra, um investimento de R$: 181.232,00 de recursos próprios e que segundo o prefeito Flaviano Monteiro precisa ser ampliado e melhorado.

Tivemos um inverno irregular,  com mais 50% de perdas da safra, no entanto, o serviço foi executado, e cada região aproveitou, seja para produção de ração animal, trato cultural do cajueiro ou irrigação”, diz Flaviano, consciente de que a sua  gestão tem investido em ações importantes para o homem do campo, como a recuperação e manutenção de estradas, perfuração de poços e cacimbas, além de programas que atendem diretamente a Agricultura Familiar como Corte de Terra, Garantia Safra e Balde Cheio.

Na modalidade Convencional, a secretaria Municipal de Agricultura disponibiliza ao agricultor associado nas associações de agricultores de Apodi (a) um trator com motorista, equipado com grade de disco e/ou aradora, para preparar 1,5 de corte de terra, gratuitamente. “Esse trabalho é feito em parceria com as associações que participam de reuniões de planejamento sobre o programa e fiscalizam sua execução”, lembra Clebson Lima, coordenador de Agricultura.

Na modalidade Terra Pronta, em parceria com a Petrobrás, são disponibilizados quinze mil litros de óleo para 10 associações de agricultores que possuem maquinas para o corte de terra. Existe ainda uma outra modalidade do Programa, que permite a ampliação do benefício direto aos agricultores do município, que é o Corte de Terra Subsidiado, em parceria com o agricultor.

O programa corte de terra em sua modalidade subsidiada foi criado para atender as necessidades dos pequenos e médios agricultores de todas as regiões do município de Apodi, tais como: Região da Areia, Pedra, Chapada e Vale, através de uma parceria estabelecida entre o municio por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Irrigação, Recursos Hídricos e Meio Ambiente.

Nesta modalidade, o município disponibiliza as máquinas próprias tipo tratores 4x2 e 4x4 equipados com grades de disco, grade aradora e motorista e manutenção através da Secretaria Municipal de Agricultura, e os agricultores realizam o execução.abastecimento das máquinas, com o intuito de preparar o solo no período da cultura de sequeiro e irrigado, para o plantio das principais culturas leguminosas e forrageiras”, explica Clébson.
A referida modalidade é executada durante o ano inteiro, tendo em vista a região que mais a utiliza ser propicia a irrigação. Para a execução de tal programa, o município de Apodi mantém três tratores devidamente revisados e concede pagamento de horas extras aos operadores durante todo período da execução.
Núcleo de Comunicação e Marketing 
               Apodi- RN

Praça de eventos recebe feira de ciências da 15ª DIRED

Por Cristina Pavarini

Um total de 40 projetos de iniciação científica, desenvolvidos por estudantes do ensino médio serão expostos. Evento acontece na próxima quarta-feira (3), das 15 às 22 horas, na Praça de Eventos Nossa Senhora da Conceição, em Pau dos Ferros.

A 4ª edição da Feira Regional de Ciência para Todos no Semiárido Potiguar, da 15ª DIRED (Diretoria Regional de Educação), acontecerá na próxima quarta-feira (3), das 15 às 22 horas, no espaço da Praça de Eventos Nossa Senhora da Conceição, na cidade de Pau dos Ferros. O evento contará com 40 projetos de iniciação científica, com a participação de 18 professores orientadores e 119 alunos pesquisadores do ensino médio, de 13 escolas públicas da região. Cada professor pode orientar mais de um projeto, envolvendo diversas áreas do conhecimento. A feira estará aberta para visitação e a entrada é franca.

Durante a exposição, os trabalhos serão avaliados por uma comissão julgadora e poderão se inscrever na 4ª. Feira de Ciências do Semiárido Potiguar, que acontecerá em Mossoró, no período de 5 a 7 de novembro próximo. Os melhores projetos ganharão bolsas de estudo e o ícone Júnior e poderão, ainda, concorrer à vaga para participar da Febrace (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia), que acontece todos os anos nas dependências da Escola Politécnica, da Universidade de São Paulo (Poli-USP).

FEIRA DE CIÊNCIAS DA 15ª DIRED – Faz parte do Programa de Extensão Ciência para Todos no Semiárido Potiguar, da UFERSA - Universidade Federal Rural do Semiárido e da UERN – Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e da Cultura e apoio das DIREDs – Diretorias Regionais de Educação.  Numa primeira etapa visa despertar no estudante do ensino médio, a curiosidade científica e expor um projeto nas mais diversas áreas do conhecimento, usando o método científico. Em segundo lugar, participar da 3ª Feira de Ciências do Semiárido Potiguar, em Mossoró.
Assessora de Imprensa
Ciência para Todos no Semiárido Potiguar

TV Assembleia vai começar testes com novo transmissor digital

Foto: Divulgação
Técnicos da empresa Linear Hitachi iniciaram na última semana os ajustes finais do transmissor digital da TV Assembleia, instalado no parque de transmissão da emissora, no bairro de Mãe Luiza, em Natal.  A torre de 50 metros de altura, que vai abrigar a nova antena, também teve sua montagem concluída. A previsão é que os testes de transmissão sejam iniciados dentro de dez dias.

Com isso a programação da TV Assembleia do Rio Grande do Norte poderá ser sintonizada com qualidade digital ainda neste mês de setembro, no canal 51.3 da banda de UHF, em todos os municípios que compõem a Região Metropolitana de Natal, graças ao sistema conhecido como multi-programação, que possibilita a recepção de até quatro emissoras diferentes em um único canal.

A sintonia é bem simples: o telespectador escolhe o canal 51 e em seguida pode optar pela programação 51.1 (TV Câmara Federal), 51.2 (TV Senado), 51.3 (TV Assembleia) e 51.4 (TV Câmara Municipal de Natal). Também será possível a interatividade com os telespectadores.

Com a inauguração das transmissões digitais a TV Assembleia também se integrará a Rede Legislativa de TV Digital, composta atualmente por mais de cinqüenta emissoras legislativas em todo o país. A previsão é que a rede tenha dentro de dois anos mais de cem geradoras independentes, o que a tornará a maior do país, superando mesmo as grandes redes comerciais de televisão.
Assembleia Legislativa do RN